Como é a Declaração do Imposto de Renda para Microempreendedor Individual

A declaração do imposto de renda deve ser realizado anualmente pelos brasileiros que se encaixam nos requisitos do mesmo. É necessário preencher tudo cuidadosamente para que você não caia na malha fina.

Portanto, quem trabalha como Microempreendedor Individual (MEI) e ainda não sabe como funciona o IR, a dica é ler o texto a seguir e ficar informado antes de começar a sua declaração.

O imposto de renda é a declaração dos rendimentos tributário dos contribuintes. O imposto é repleto de espaço e lacunas que devem ser preenchidas com cuidado.

Vale lembrar que o imposto se divide em duas categorias, sendo a primeira o Imposto de Renda para Pessoa Física e o Imposto de Renda para Pessoa Jurídica.

Irão preencher a declaração do IRPF 2020, toda e qualquer pessoa que possuir os rendimentos acima da média estabelecida. Enquanto a segunda declaração é destinada para as empresas.

O que é MEI?

Com as novas tendências de mercado e cada vez mais pessoas começando o seu próprio negócio, surgiu-se a necessidade de criar uma categoria de trabalhadores para que os mesmos pudessem ter direito a alguns benefícios da CLT. São exemplos deles: auxílio-doença, aposentadoria, auxílio maternidade, entre outros.

O MEI é registrado oficialmente para que o seu negócio seja reconhecido e passa a contribuir com uma taxa mensal que garante os direitos mencionados acima.

Para se tornar MEI é necessário obter renda anual de até R$81,000 e dispor de RG e CPF. Vale lembrar que o mesmo também não pode possuir vínculo com nenhum outro negócio.

Como funciona o IR para o MEI?

Bem, não é só de direitos que é feito o serviço para o MEI. O mesmo também irá precisar cumprir com alguns deveres como o imposto de renda. O MEI deve declarar como pessoa física, caso esteja dentro do limite de rendimentos, e não pode deixar de cumprir com o regulamento do IR.

Por exemplo, se no ano anterior o Microempreendedor Individual tiver obtido renda anual superior a R$ 28.559,70, ele é obrigado a declarar o seu IR. Se o valor dos lucros obtidos for inferior a esta média, o contribuinte não é obrigado necessariamente a realizar a sua declaração.

Quem não é isento pode declarar o imposto de renda através do programa disponibilizado pela Receita Federal. Você precisa baixar o mesmo e seguir as instruções recomendadas. Não esqueça de reunir seus comprovantes, caso precise justificar algum valor citado.

FONTE: https://irpf2020.com/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *